sexta-feira, 28 de junho de 2013

Recife: Agentes de saúde foram pras ruas para garantir a Campanha Salarial 2013.


Luta dos Agentes de Saúde do Recife revela quem são os guerreiros no labor pela coletividade

Luta dos Agentes de Saúde do Recife revela quem são os guerreiros do labor pela coletividade
Indubitavelmente que ainda há muito pelo que lutar, considerando que o repasse do Ministério da Saúde não foi garantido. Contra os 6,49%, “batido o martelo” pela gestão de Geraldo Júlio (PSB/PE), os agentes comunitários e de combate às endemias do Recife, tiveram que aprovar uma proposta que por três vezes foi derrotada em assembleia. Foi aprovado um salário base de R$ 963 (com R$ 200,00 retirado da produtividade), mais produtividade, ticket, insalubridade e reenquadramento até dezembro de 2013. É relevante salientar que o prefeito, que foi candidato indicado da presidente do SINDACS-PE, Maria do Carmo, havia enviado o projeto “de fome” à Câmara Municipal do Recife, propondo 6,49%. Essa é a gestão do PSB!

Membros da diretoria executiva do SINDACS-PE abraçados com a gestão. Mesmo sendo reprovada por três vezes, a proposta apresentada pela presidente, dona Maria do Carmo, foi aprovado com manobras da gestão.


Rede Globo Nordeste (NETV)  também cobriu a manifestação dos agentes do Recife, acesse aqui!

Parabéns as colegas do Recife que lembraram do SLOGAN da Mobilização Nacional

Agora os agentes comunitários de saúde (ACS) e agentes de combate às endemias (ASACE), mostraram ao sr. Prefeito Geraldo Júlio do que são feitos e que são forjados na luta. Após rejeitar a proposta nefasta do governo, que intransigiu radicalmente, enviando a proposta vergonhosa à Câmara.
A categoria se mobilizou e ocupou as praças e ruas em frente a Prefeitura da Cidade do Recife. Uma ação que teve grande repercussão na mídia, com divulgação na televisão, rádio, jornais e portais de notícias. Infelizmente a parceria entre a gestão e parte da executiva prejudicou os agentes de saúde do Recife.


Um dos jornais mais conceituados de Pernambuco cobriu a manifestação e fez a divulgação

O Jornal do Commercio, do grupo JC, também deu ampla cobertura a manifestação

Do ponto de vista do que propôs o movimento reivindicatório, o resultado não foi positivo, no aspecto reivindicatório, contudo, a categoria saiu fortalecida e manteve o seu histórico de luta.
Outra mudança significativa está preste a ser realizada pela categoria. Esta ocorrerá nas urnas, durante o período de eleição do sindicato.


 A imagem de Ivanildo Felix "correu" o Brasil, nessa quinta-feira. Ele manifestou indignado com o posicionamento da presidente do SINDACS-PE.

Quem é guerreira vem pra rua!




A ida pras ruas do Recife mostrou a gestão que os agentes de saúde da capital pernambucana são de luta.
O resultado da campanha foi de 13,26%, incorporação dos R$ 200,00 da produtividade, no salário base, mais produtividade, ticket, insalubridade e reenquadramento (PCCDV) até Dezembro de 2013. Tudo isso por causa do acordo previamente definido, contra a vontade da categoria.

 A vontade dos agentes de saúde do Recife foi desrespeitada por acordo previamente estabelecido sem a sua anuência.



Agora os agentes de saúde (ACS e ASACE) da capital pernambucana reafirma a sua força, por meio daqueles que não ficaram no conforto de suas casas, agora é notório quem realmente labora em prol da coletividade.

Foi na DGGTes que um pequeno grupo de ACS e ASACE, mesmo ameaçados de ter o dia descontado, reagiram contra a falta de interesse da executiva do SINDACS-PE. Foi ai que tudo começou, o marco ZERO da luta da categoria por um salário menos vergonhoso. (Foto do dia 28/05/13).

 
Em uma das assembleias, a categoria manifestou-se contra a falta de interesse da executiva em defender a coletividade  (Foto da assembleia da categoria do dia 05/06/13).


 Em cartazes e brados os agentes expressavam os seus desejos.
 (Foto da assembleia da categoria do dia 05/06/13).
 

 Sem representatividade, era assim que os agentes se sentiam, em relação a diretoria executiva. 
 (Foto da assembleia da categoria do dia 05/06/13).

Os diretores que não se mexiam para nada, tiveram que tirar a “bunda da cadeira” e foram pras ruas. Eles ouviram o “Fora Carminha e fora Jorge (presidente e vice),” como indignação pela inércia na defesa dos interesses da coletividade. Agora sabe-se quem realmente representa a coletividade e quem é alienígenas aos interesses dos trabalhadores.

Foi no grito que houve a reação.  (Foto da assembleia da categoria do dia 05/06/13).


A motivação para que a categoria reagisse  (Foto da assembleia da categoria do dia 05/06/13).

Divulgação: Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde - MNAS
Uma mega rede voltada aos Agentes de Saúde (ACS e ACE)  
MNAS no MSN: MNAgentesdeSaude.groups.live.com  
Canal no YouTube: www.youtube.com/mobilizacaodosacs  
No Facebook: www.facebook.com/groups/agentesdesaude   
No Grupo Yahoo!: br.groups.yahoo.com/group/agentedesaude   
Ferramenta no Inforum: Fórum no Inforum   
Blog da MNAS e Jornal dos ACS/ACE: www.agentesdesaude.com.br
Fonte: www.agentesdesaude.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário